sábado, 13 de março de 2010

Memórias duma aldeia eterna

Quando visito uma aldeia que conheço, encontro-me com várias gerações. Um século de gerações.
Ali vives tu meu amigo, desde aquela viagem fatídica.
Não sabias que te mudavas tão cedo, porque os mistérios da vida são sempre desconhecidos.

Sem comentários:

Enviar um comentário