segunda-feira, 1 de março de 2010

Os meus amores

Provavelmente serei saudosista. Mas têm de desculpar um certo pesar da idade.
É com a idade que aprendemos a amar.
E hoje não consigo ter palavras para agradecer o que tenho recebido dos meus amigos, daqueles a quem amo e que me amam.
São os meus amigos de todos os dias. Mesmo quando ausentes, sabemos, uns e outros, que nos temos.

Sem comentários:

Enviar um comentário