sábado, 10 de abril de 2010

Tempo de tréguas

Num monte, algures entre o Alentejo e o Algarve, os guerreiros da noite descansam do semestre.
Porque trabalhar e estudar não é tarefa fácil.
Que o diga o Alexandre, a pensar nas stock options, a Filipa no artigo 6º, o Vitor na sua Maria, a Isabel em Alcanhões. E poderia falar de todos, porque são excelentes companheiros de jornada.
Mas há ali um alguém cuja alegria supera todas as outras. Ela traz no ventre toda uma esperança. Transporta consigo uma nova vida, tão alegre como ela própria. Ela irradia um sorriso como o sol porque é e está feliz. E quando se é feliz só se pode criar felicidade.

Sem comentários:

Enviar um comentário