domingo, 16 de janeiro de 2011

Bubakar

Ao ver a foto deste menino em S. Tomé, lembrei-me de uma reportagem dada na tv.
Bubakar era um jovem guineense que depois de cerca de dois anos de espera na Guiné, conseguiu vir para Portugal, para se tratar de uma doença grave.
Para isso, a mãe, que já havia perdido os familiares mais chegados, vendeu o pouco que tinha e veio para Portugal com o menino.
Era já demasiado tarde para o Bubakar. Morreu no dia 10 de Janeiro, no IPO.
Desolada, triste, perdida, sem recursos, a mãe sentiu todo o mundo estremecer. Revoltou-se contra si, contra os homens e contra Deus.
Que Deus é este que lhe deixa morrer os filhos e protege os corruptos e poderosos?

Sem comentários:

Enviar um comentário